Perguntas frequentes

Abaixo, procuramos responder à maior parte das perguntas sobre aspectos jurídicos/fiscais, serviços oferecidos, orçamentos, e preços/descontos.

ASPECTOS JURÍDICOS E FISCAIS

A BRIDGE está cadastrada no SINTEGRA?

Não.  A Bridge é uma microempresa (ME) prestadora de serviços, registrada na Junta Comercial de São Paulo e cadastrada no CNPJ e CCM, mas não no SINTEGRA.* Nossas atividades não incluem comércio ou transporte de produtos e, portanto, não geram ICMS. Como a Nota Fiscal eletrônica (NFe) por nós emitida não transfere crédito desse imposto, optamos pelo SIMPLES Nacional.

* Sistema Integrado de informações sobre operações interestaduais com mercadorias e serviços.

A Bridge emite nota fiscal (NF)?

A BRIDGE emite NFe (em nome da instituição ou do pesquisador, com o número do processo na instituição financiadora do projeto) e recibo de quitação em papel timbrado (se necessário).  A NFe é enviada automaticamente pela Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP) ao endereço do agente pagador (conforme cadastrado na Receita Federal).

SERVIÇOS OFERECIDOS

Por que a Bridge indica tradução/revisão com edição (e não simples) aos manuscritos?

Inicialmente, porque a Bridge conhece o mercado e tem competência para fazer diagnóstico e tratamento em um único procedimento. Um cliente dizer do que o seu manuscrito precisa é o mesmo que um paciente ir a um médico especialista com um autodiagnóstico e lhe dizer o que ele deve fazer.

Nossa vivência acadêmica permitiu desenvolver o olhar crítico em relação a textos. Além disso, o espírito de parceria nos leva a cuidar da redação (sem mexer no conteúdo) como se o manuscrito fosse nosso. O resultado é um texto final mais claro e conciso, como pedem os referees.

Concluindo, preferimos não fazer revisão e tradução simples, pois geralmente (~95% dos casos) a redação científica precisa de intervenção, embora o autor não veja assim inicialmente. Ao fim de nosso serviço (com edição do texto), os autores acabam aceitando muitas (75-95%) de nossas inúmeras sugestões. Embora esse diferencial da Bridge não garanta a aprovação do manuscrito para publicação, ele fica menos vulnerável no aspecto formal (e sua leitura fica mais agradável). Isso é bom para o manuscrito, para o autor, para os leitores e para a Bridge. Inversamente, se o manuscrito for criticado (ou recusado) por omissão da Bridge, o cliente não nos perdoará.

Meu manuscrito só precisa de correção ortográfica e gramatical

Se o diagnóstico acima estiver correto, o MS Word é uma ferramenta suficiente para resolver o problema. Se for para publicar o manuscrito em qualquer site da internet, as correções ortográfica e gramatical são mais que necessárias. Por outro lado, para publicar em revistas de circulação internacional, o manuscrito passará pelo crivo de um corpo editorial exigente, que chega a recusar 3/4 dos manuscritos submetidos ao seu julgamento. Os motivo mais banal para recusar a publicação de um manuscrito é a deficiência na redação científica, que inclui exageros, omissões, repetições desnecessárias, prolixidade, uso de termos ambíguos e o não uso do vocabulário específico e do estilo científico.

Meu texto já foi aceito e não precisa ser editado

Pode ser que sim, pode ser que não. Depende de quem revisou o texto antes da submissão. O texto pode estar ortograficamente e gramaticalmente correto, mas a leitura comparada de um texto traduzido para o Inglês frequentemente indica que o texto original em Português poderia ser melhorado quanto à clareza e concisão. Pessoas que dominam o nosso idioma podem preparar adequadamente um texto comum para sua publicação em livro. A revisão de um texto científico requer vivência acadêmica para que o cientista possa ser reconhecido como tal pela sua escrita.

O que eu devo fazer para ter uma boa redação científica?

Redação científica é uma arte. Seu domínio pode levar anos, dependendo da habilidade pessoal e do treinamento. Os estudantes de pós-graduação aprendem redação científica (que é muito mais que uma redação correta) com seus orientadores enquanto desenvolvem seus projetos de pesquisa. Infelizmente, os orientadores têm pouca experiência em redação no início da carreira e pouco tempo para redigir na maturidade científica. A percepção dessa demanda deu origem à Bridge (2005) e a vários livros sobre redação científica (recomendamos os do Prof Gilson Volpato).

O serviço de revisão é mais rápido que o de tradução?

Em princípio, a revisão de um texto em Inglês toma menos tempo que a sua tradução do Português (ou Espanhol) para o Inglês.  Entretanto, a experiência dos autores na tradução de seus manuscritos para o Inglês é bastante variável:  os mais experientes já escrevem direto em Inglês, ao passo que os menos experientes podem até imaginar que o uso de um tradutor automático seja suficiente.  Nosso cliente típico está entre esses dois extremos, provavelmente mais perto do primeiro caso.  Se o autor-tradutor estiver em dúvida sobre a qualidade de sua tradução, ele deve anexar o documento original em Português para ser usado em caso de dúvida do revisor sobre a intenção do cliente.  Dependendo da qualidade da tradução feita pelo cliente, este poderá ser aconselhado a optar pelo nosso serviço de tradução em vez de revisão (vide pergunta seguinte).

A Bridge faz conferência de tradução feita por um outro tradutor?

Não.  Aparentemente, esse tipo de serviço pode parecer mais simples (e menos dispendioso) que o de revisão, mas pode exigir a retradução de trechos extensos resultando em uma colcha de retalhos.  Diante dessa possibilidade (e para o bem do texto a ser submetido), recomendamos retraduzir o texto original inteiro.

Para ter o serviço de adequação às normas da revista alvo, o que eu preciso enviar?

Além do texto, o cliente que optou por este serviço (revisão com edição completa) deve nos enviar também o guide for authors mais recente e uma cópia pdf de artigo publicado neste semestre naquela revista.

Qual é o prazo de entrega dos serviços oferecidos pela Bridge?

A Bridge não trabalha com prazos fixos como alguns de nossos concorrentes.  Nossa estrutura operacional é mais simples e, portanto, a duração do serviço é proporcional à extensão do manuscrito (e à clareza de sua redação original).  Em geral, a tradução de um manuscrito com ~4.000 palavras (incluindo revisão do original, com edição superior) toma 5,0±0,6 dias úteis para ser feita.

A Bridge pode acelerar a entrega de um serviço?

Quanto ao ritmo de trabalho, temos as modalidades de serviço urgente (que exige trabalho noturno) e extraordinário (em sábado, domingo ou feriado).  Entretanto, elas têm uma sobretaxa de 50 e 100%, respectivamente (aplicável à parte do serviço feita nessas condições).

ORÇAMENTOS

Por que a Bridge não usa lauda ou caracteres como unidade de medida para extensão do texto?

Lauda e página eram usados até que editores de texto tais como o Word surgiram com seus contadores de palavras e caracteres.  Entretanto, é possível estabelecer uma relação quantitativa entre número de palavras e página impressa se algumas variáveis forem fixadas.

Por exemplo, uma página com [Font: Times New Roman; Corpo: 12; Folha: A4; Margens: sup = esq = 3 cm / inf = dir = 2 cm; Espaçamento: 1,5 linhas] tem até 420 palavras. Não podemos exigir que todos editores de revistas científicas adotem esses parâmetros.

Assim, a Bridge optou por adotar palavra como unidade de medida.

Qual o procedimento da BRIDGE para uma eventual diferença entre contagens?

Se houver diferença em relação à nossa contagem, o custo será recalculado e o autor será informado antes do início dos trabalhos.

Posso então enviar o manuscrito sem as referências?

Para fins de orçamento, sim.  Entretanto, para fins de serviço, convém que o texto venha completo, mesmo que a adequação das referências esteja fora do orçamento.

O prazo da BRIDGE não é muito curto para o autor interessado tomar preços e decidir sobre o melhor orçamento?

Um dia útil se mostrou suficiente para que os autores de um manuscrito consultem fornecedores, decidam pela melhor razão custo/benefício (não só o menor preço), e o autor correspondente solicite agendamento do serviço.  Prazos maiores são impraticáveis, pois geram bloqueio na agenda quando vários autores nos procuram dentro de poucos dias.

PREÇOS E DESCONTOS

O custo de serviços em manuscritos com palavras repetidas não deveria ser menor?

Todos escritórios nacionais e internacionais que prestam serviços de tradução e revisão científicas calculam o custo do trabalho desta forma. Entretanto, assim como há diferenças entre o discurso falado e o discurso escrito, há também diferenças entre textos com palavras repetidas e textos com repetições desnecessárias (por vício de linguagem). P.ex., na revista que aceitou publicar o seu manuscrito, todos artigos têm palavras repetidas, e não há nada de errado nisso.

No que diz respeito à Bridge, nós temos uma bagagem acadêmica e sensibilidade para editar textos (i.é, expressar aquilo que os autores querem dizer usando menos palavras e apresentando o discuso de maneira mais clara e concisa). O resultado de nosso trabalho é sempre um texto mais agradável de ler que o texto original (qualquer leitor prefere um texto mais curto). Em outras palavras, o resultado é um texto elegante por sua simplicidade (não pelas palavras difíceis).

Uma palavra de estímulo aos autores mais jovens, e que ainda não adquiriram prática na redação científica, é que escrevam com a preocupação de escrever bem*, não apenas escrever. A diferença entre os dois é a perseverança.

* http://www.scielo.br/pdf/ape/v27n1/0103-2100-ape-27-01-00001.pdf

Como são os preços dos serviços oferecidos pela Bridge?

Oferecer uma relação justa para o binômio custo-benefício está entre os nossos valores.  Nesse contexto, a concorrência entre competidores é uma ferramenta muito útil, pois permite escolher o serviço mais conveniente.  Por outro lado, entendemos que a conveniência do autor envolve não só custo, mas também prazo, qualidade do serviço, atendimento e outros benefícios (tais como descontos, etc).  Manuscritos revisados ou traduzidos por preços de muito abaixo da média do mercado podem ter o pedido de publicação recusado pelo editor (antes mesmo da análise do conteúdo) se a redação do texto não apresentar características acadêmicas.

A Bridge oferece descontos?

Dentro de cada serviço, há um desconto progressivo no custo por palavra para textos com número maior de palavras.  Além disso, o cliente que retorna tem uma redução de 10% no custo do serviço para o seu novo manuscrito.  Haverá também uma redução de 10% no custo do serviço oferecido ao autor, se ele for indicado por um colega que já usou os nossos serviços.

ATENDIMENTO PÓS-SUBMISSÃO

Preciso pedir um novo orçamento após adição de texto para responder aos questionamentos dos referees?

Não.  Para responder aos questionamentos dos referees, o cliente será atendido em caráter de cortesia.*

* Este serviço será executado em caráter de encaixe (sem necessidade de agendamento) e não terá ônus adicional (custo zero) desde que:

(1) o cliente nos envie (dentro de 24 h) uma cópia do e-mail do editor com os questionamentos dos referees,

(2) envie (dentro de mais 48 h) o texto contendo as alterações em resposta aos referees,

(3) as alterações no manuscrito estejam relacionadas aos questionamentos (mas não distribuídas no texto),

(4) o texto total adicionado esteja na faixa 10-15% em relação ao texto submetido anteriormente, e

(5) a quantidade de ajustes no texto diminua progressivamente em até duas rodadas consecutivas. 

Esta página foi atualizada em 09 ago 2016.