Revisão

Os autores científicos procuram serviços de revisão antes da submissão de seus manuscritos para evitar que eventuais problemas de redação prejudiquem o julgamento do conteúdo.

Nós conhecemos o dia-a-dia dos autores (http://bridgetextos.com.br/quem-somos/) e, assim, sempre adotamos a postura de um referee frente a qualquer manuscrito. Por isso, somos conhecidos no mercado por prestar serviços de bom nível.

Nossos serviços de revisão de manuscritos científicos (em Port ou Ingl) contemplam três níveis:

1. Revisão básica não tem edição

Revisão básica é indicada para pesquisadores experientes em redação, mas com agenda momentaneamente indisponível para uma revisão final. Isso corresponde a menos de 5% do total de nossos serviços de revisão.

Revisão básica compreende verificação e correção envolvendo:

1. terminologia acadêmica específica,

2. ortografia, concordâncias, além de sintaxe e pontuação,

3. destaques, citação de tabelas, figuras e referências, e

4. hífen, aspas, numerais, abreviaturas, unidades e símbolos em geral,

Obviamente, a qualidade final do manuscrito revisado dependerá da qualidade da redação original. Alguns autores tendem a acreditar que a revisão básica é suficiente para evitar que o manuscrito seja rejeitado pelos referees por problemas na redação. Por outro lado, nós zelamos pelo bom nome da BRIDGE no meio acadêmico. Assim, a nossa indicação de revisão básica para um manuscrito dependerá de uma verificação específica do manuscrito completo antes de emitir o orçamento. 

2. Revisão superior inclui edição

Na revisão superior, há um olhar acadêmico para que o manuscrito tenha vocabulário e expressões típicas da área e o texto final seja claro e conciso. Esta revisão contempla as necessidades do texto com vistas ao público e à revista alvos, e inclui eventual substituição de expressões que denunciam inexperiência na redação científica, embora não estejam erradas. Por favor, leia também o item Serviços / EDIÇÃO (esclarecimento).

Este serviço é indicado para jovens cientistas desenvoltos na condução do projeto, embora não na redação científica. Isso corresponde a mais de 95% do total de nossos serviços de revisão.

Revisão superior inclui revisão básica + recomendações específicas para:

1. uniformização da terminologia específica e otimização no uso de marcadores acadêmicos,

2. clareamento de frases confusas (incluindo providências em relação a palavras desnecessárias, ambiguidades, jargão e voz passiva/ativa) e reorganização de períodos complexos,

3. maior legibilidade (clareza e fluidez) geral e verificação da lógica formal nas frases,

4. maior clareza no objetivo/hipótese do estudo,

5. maior fluência na apresentação de informações metodológicas e uso de algarismos significativos em resultados experimentais,

6. recomendações para maior funcionalidade em gráficos, tabelas (unidades) e figuras, e

7. conexão funcional entre parágrafos e seções (métodos-resultados, resultados-discussão, discussão-conclusão, introdução-conclusão).

Como resultado deste tipo de revisão, a qualidade final da redação é compatível com aquela de artigos publicados em revistas de circulação internacional. Mais de 95% dos nossos clientes já se beneficiaram deste serviço, inclusive aqueles cujos manuscritos já foram aceitos para publicação.

Importante:

Em caso de revisão de artigo que já foi submetido a uma revista, é aconselhável anexar as recomendações e comentários dos referees além do manuscrito.

Não revisamos texto em Inglês com características de tradução feita por máquina ou por tradutor desconhecido no meio acadêmico. Nestes casos, recomendamos retraduzir o texto.

3. Revisão completa

Obviamente, a revisão completa é opcional, sendo indicada para cientistas momentaneamente sem disponibilidade de tempo e/ou colaboradores para ajudarem nesse tipo de tarefa.

Revisão completa inclui revisão superior + ajuste às normas da revista alvo:

1. ajuste na formatação geral do manuscrito,

2. formatação específica da cover page,

3. sugestão de título mais simples,

4. redação ajustada ao número limite de palavras,

5. citação de referências, e

6. formatação da lista de referências.

Aos autores que precisam desse tipo de serviço, pedimos que nos enviem o Guide for Authors da revista alvo e uma cópia de um artigo publicado nesta revista (nos últimos seis meses). 

Cada tipo de revisão inclui as características do nível anterior. Assim, a revisão superior inclui a revisão básica, e a revisão completa inclui a revisão superior.

Mais de 20 itens de revisão foram distribuídos nesses grupos e estão hierarquizados conforme a necessidade dos manuscritos (e/ou conveniência dos autores), sempre com foco na exigência típica dos referees*.

* Os referees têm a função de ...

… ler os manuscritos e tomar algumas decisões conforme orientação do editor-chefe da revista. Uma delas é recomendar a não aceitação do manuscrito para publicação naquela revista devido a problemas encontrados em sua leitura. Considerando que algumas revistas aceitam publicar menos de 25% dos manuscritos recebidos, os problemas de redação são o primeiro alvo para rejeição. O racional desse critério é o seguinte:

O desenvolvimento de um projeto acadêmico é trabalhoso e demorado (o tempo é medido em anos), e a redação final é a sua etapa mais simples (embora tenha suas dificuldades). Se um projeto, que levou anos para ser concluído, é apresentado com uma redação descuidada (apressada), provavelmente o projeto tem outros descuidos*. Portanto, a qualidade da redação é um indicador da qualidade do estudo, a qual poderá ser confirmada lendo integralmente um manuscrito bem redigido.

* <http://www2.unifesp.br/acta/artigo.php?volume=27&ano=2014&numero=1&item=1>

Embora as condições para os cientistas desenvolverem uma boa redação acadêmica sejam frequentemente desfavoráveis, eles precisam publicar o conhecimento novo gerado em seus laboratórios.  A BRIDGE está à disposição desses autores, que têm pouca experiência em redação no início da carreira e pouco tempo para redação na maturidade científica. 

IMPORTANTE: Depois que a Bridge enviar o manuscrito traduzido/revisado, o autor correspondente deverá revisar o texto (e incorporar as sugestões que considerar aceitáveis), devolvendo-o limpo (i.é, sem as sugestões ou comentários da Bridge) para conferência final.

Esta página foi atualizada em 06 mar 2015

Conheça também o nosso serviço de tradução.

Link text teste de botao Bridge-Monet7.jpg